Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

27
Abr07

CRUCIFIXOS IMPLACÁVEIS POR JOÃO MIGUEL TAVARES 9/12/2005 DN

AnnaTree
Coisas lidas
(...)
Ateus e agnósticos tem a tendência de o remeter exclusivamente para o campo do religioso, argumentando a partir daí com a laicidade do estado. Custará assim tanto admitir a existência de uma dimensão histórica nos crucifixos, que pode e deve ser valorizada? Como é evidente, se hoje em dia for construída uma escola em Queluz de Baixo, não faz qualquer sentido polvilhar as salas com Cristos pendurados. Mas em questões de lacicidade dispensam-se os retroactivos: retirar crucifixos de velhas escolas, onde não incomodam nem uma alminha há anos, é excesso de zelo e, politicamente um absurdo. O segundo ponto prende-se com a hipocrisia de um estado laico aceitar feriados religiosos.
(...)
Vital Moreira afirmou no Publico que os feriados religiosos «não são mais que a dispensa de obrigações publicas para que os crentes possam cumprir as suas obrigações religiosas» e que nesse sentido «não implicam nenhum compromisso religiosos do estado» Vital Moreira que me desculpe, mas eu não percebo: essa «dispensa» pode não ser um compromisso, mas é evidentemente um privilégio da Igreja católica. Porque não acabar com ele? Será que nos feriados religiosos os princípios laicos vão á missa?


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.