Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

17
Abr09

A UMA MULHER POR VINÍCIUS DE MORAES

AnnaTree

Coisas declamadas

quando a madrugada entrou eu estendi o meu peito nu sobre o teu peito.
estavas trémula e teu rosto pálido e tuas mãos frias
e a angustia do regresso morava já nos teus olhos.
tive piedade do teu destino
quis afastar por um segundo de ti o fardo da carne.
quis beijar-te num vago carinho agradecido.
mas quando meus lábios tocaram teus lábios.
eu compreendi que a morte já estava no teu corpo
e que era preciso fugir para não perder o único instante
em que foste realmente a ausência de sofrimento
em que realmente foste a serenidade.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.