Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

11
Mai09

Retalhos da vida

AnnaTree

Coisas , escritas 

 

Cada um fala do que lhe faz falta.
Hoje , pela manhã, atraso no autocarro. Vinha apinhado de gente...chuva miudinha a indispor toda a gente.
Entra o Zé Sapateiro e refila :« vamos embora é chegar atrás!!!! E o senhor? Siga! Não pode estar nesta área. Não pode falar com o motorista que o distrai!» o outro , colado á bilheteira do motorista...magro,velho,pálido,fracote de corpo:«ó senhor, siga o senhor, é gordo é? Não passa?»
E o Zé Sapateiro logo certeiro:« que falta de civismo! É sempre a mesma merda. Só pensam neles, é por isso que este país não anda! estupido!» o homem ainda encostado disse entre dentes, sem querer confrontos de outro teor que não o da linguagem verbal:«siga!senhor, siga»
Logo o outro ataca de novo:« você não sabe com quem fala!!!! Falta de civismo» e eu...rapidamente me lembrei que o Zé Sapateiro, retornado de Angola em 1974, ocupou uma casa linda na avenida de Brasil ,abandonada por falta de entendimento nas partilhas, e dela fez sua morada. Tal como dela só saiu depois dos donos da casa durante anos a fio esgotarem todas as formas de entendimento e terem levado o caso ao tribunal ainda se arrastando a situação por mais uma dúzia de anos. O Zé Sapateiro(que montou negocio de conserto de sapatos na garagem da enorme casa) saiu com choruda indemnização.
« não , Zé Sapateiro, a maioria das pessoas dentro daquele autocarro não sabia quem tu eras...eu soube e calei.... devia ter falado! Mas a gente atura muita coisa por um pouco de sossego. Achei que ia acintar ainda mais a agressividade do discurso e enquanto a raiva estava voltada para o velho e fraco homem ... não estava voltada para mim...que era a verdade...
Esfolavas–me o conserto dos sapatos(só lá fui uma vez) de civismo tu percebes muito... ou da falta dele! E eu? Calei-me...
por isso ando assim, hoje, inconformada, indisposta, por me ter calado...
por isso escrevo... para exorcizar a culpa que me segue sem eu querer. A culpa de me ter calado.
Escrito por anna tree11-05-09

 

Rádio Tree

Música Brasileira

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D