Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

18
Jan07

sei lá! MRP

AnnaTree
«Tlim-thong» sabe sempre bem ouvir esta campainha que tem pelo menos a minha idade.depois passar a porta e sentir o cheiro característico, inconfundível, inesquecível da nossa primeira casa. Como sempre há flores em toda a parte, e como sempre, não em demasia. A minha mãe continua a fazer os arranjos florais mais bonitos que alguma vez vi. Ultimamente dedicou-se ás flores secas (...) como se a sua alma já estivesse cansada de tanta frescura efêmera. Envelheceu, um bom bocado nestes últimos anos, mas por dentro continua a mesma mulher empreendedora, carinhosa, e profundamente enérgica.
(...) estes jantares de família deixam-me sempre um bocadinho em baixo (...) uma das coisas que mais me diverte quando estou com eles é a arte de desconversar. Com os anos tornou-se a forma de comunicação mais eficaz entre nós. É ao mesmo tempo um desafio e uma terapia. Passamos horas nisto e quando a desconversa acaba estamos todos muito bem dispostos e descontraídos.
(...) ás vezes a conversa ou desconversa azeda e lê é preciso admoestai-los com algumas palavras mais duras e geladas (...) não nos perdoam não sermos como eles (...) preferiam ver-me dependente deles cheia de problemas irresolúveis e pedir-lhes auxilio (...) mas prefiro ser dona da minha vida e senhora do meu nariz. A verdade é que a maior parte famílias á volta daquela mesa sobrevivem mal sozinhas. Arranjam sempre apoio, uma bengala, uma maquina á qual se ligam para garantirem a sua subsistência física, económica e talvez afectiva?
Apesar de ter escolhido o caminho mais penoso sinto-me bem comigo mesma. As bengalas são sempre um apoio e as melhores que temos são aquelas que exclusivamente elegemos para tal. As piores, são estas em que transformamos as pessoas que já amamos e que não sabemos como mandar embora. O vazio é como a idade, vai sempre aumentando e ficando mais pesado, mais difícil de ignorar. E é o habito primeiro inimigo do amor vivo, que nos faz cair na armadilha enganadora e traiçoeira de deixar passar o tempo, esquecer as discussões, atirar para trás das costas o que não conseguimos encarar de frente e admitir factos e palavras que ferem a nossa dignidade e nos fazem ser menos gente.
Entretanto já chegamos á sobremesa. Devo ter dito qualquer coisa simpática porque o ambiente desanuviou (...) a pouco e pouco vou-me descontraindo. No fundo prezo muito esta família unida e perfeita.
 
In sei lá Margarida Rebelo Pinto

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Rádio Tree

Música Brasileira

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D