Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

22.01.07

Ulisses de james Joyce


AnnaTree

Coisas lidas...
     Introdução:
Durante mto tempo esta obra foi citada por mtas pessoas que considero de intelectuais. Talvez por não ser uma intelectual , foi-me impossível ler o calhamaço. A vida é curta demais para insistir em ler um livro que não compreendo e não me prende. Do pouco que li recolhi estes pedaços que partilho hoje aqui e onde, por certo. não estará o génio de james joyce...
Anna Tree
[...] o mar
[...] uma grande doce mãe
[...]
O que rouba ao pobre empresta a Deus. Assim falava Zaratrusca.
[...]
Dizem que a Irlanda tem a honra de ser o único país que nunca perseguiu os judeus. Sabia isso? Não. E sabe porquê? [...] Porquê, senhor? - perguntou Stephen começando a sorrir.
- Porque nunca os deixou entrar.
[...] fuzileiros reais de Dublin. Dólmans vermelhos. Demasiadamente vistosos. Deve ser por isso que as mulheres andam sempre atrás deles. Uniforme. Mais fáceis de alistar e instruir.
[...]
Antevia o seu corpo pálido reclinado em cheio, ali, nu, num ventre de calor, oleado por aromático sabão a derreter-se, suavemente banhado. Via o tronco e os membros ondulantes e sustidos, boiando levemente, amarelo limão: o umbigo, botão de carne; e via os escuros, emaranhados caracóis do sua púbis a boiar, pêlo flutuante da corrente em torno do flácido pai de milhares, lânguida flor flutuante.
[...]
-Mas o pior de tudo é o homem que acaba com a vida
[...]
- Recusam-lhes um funeral cristão. Na sepultura costumavam cravar-lhes uma estaca no coração. Como se não tivesse rebentado!
[...]
Os cemitérios chineses com papoulas gigantes a crescer produzem o melhor ópio.
[...]
As células ou o que quer que seja continuam a viver. Mudando vivem eternamente, na pratica. Nada do que comer, comem-se a elas próprias.
[...]
Se leres a tua própria notícia necrológica, dizem que vives muito tempo. Dá-te um segundo fôlego. Uma nova concessão de vida.
[...]
E só o homem sepulta. Não, as formigas também.
[...]
Junho não tem erre não tem ostras
[...]
Dizem que não se pode saborear com os olhos fechados [...] Também dizem que fumar na escuridão não dá prazer nenhum.