Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

11
Jun07

parte II Conto Guy de Maupassant

AnnaTree

Coisas lidas...

Conto
A revelação da minha decadência apareceu-me de maneira mais simples e terrível, trazendo-me assustado mais de seis meses!
Andei frequentes vezes mais ou menos apaixonado como todos os homens, mais principalmente de uma vez.
Encontrei-a á beira-mar, em Etrat. Está a fazer agora justamente 12 anos.
(...) a turba das mulheres junta-se ali em massa (...) sentamo-nos nos rebordos dos penhascos e contemplamos as banhistas (...) a primeira vez que vi essa jovem mulher, fiquei extático, enamorado, seduzido! (...) depois há figuras cujo encontro entra em nós bruscamente, invadindo-nos de tudo e de súbito, como um relâmpago. Parece que se encontra a mulher para a qual nascemos para amar. Eu tive essa sensação e esse abalo.
Fiz-me apresentar e fiquei desde logo preso, preso como nunca estive na minha vida! É uma coisa espantosamente deliciosa sofrer o jugo duma mulher (...) os menores movimentos das suas feições deliciavam-me, transtornavam-me, enlouqueciam-me (...)
Era casada, mas o marido vinha quasi todos os sábados, e retirava-se nas segundas-feiras. Como a amava! E como era bela e graciosa e jovem (...)

9 comentários

Comentar post