Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

09
Jul07

Parte VIII Conta corrente de Virgílio Ferreira lido em 1995/96

AnnaTree
Coisas lidas

(...)
O ciclone de há dois dias deixou um largo rasto de estragos. Mas o maior acidente foi à queda de um grande pinheiro (...) é estranho o desastre porque o pinheiro era forte e estava no meio da mata. A explicação da Regina é que o pimpãozinho devia ser mais alto que os outros e ofereceu com arrogância a cabeça á tempestade.
Lá o fui ver com a piedade e admiração que todos os gigantes derrubados me merecem.
(...)
Há uma fábula de um vime, que vergado á tempestade, vai resistindo a ela com a sua humildade enquanto as outras árvores que resistem com a sua farófia se vão abaixo.
Não elogio a humildade nem a arrogância. Cada um é para o que nasce. E se a grandeza se paga em moeda forte, é natural que apanhe a sua dose. O meu pinheiro era enorme, mas lixou-se. Jaz agora a meia-nau e essa é a pior das humilhações. Porque nem caiu por terra, para haver total derrota, nem se manteve em pé para haver total vitória. E talvez que seja esse o seu destino merecido. Porque era forte e não merecia cair e tinha farrancas e não merecia ficar de pé.


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.