Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

17
Nov11

RELAÇÕES E SOLIDÃO AFORISMOS V ARTHUR SCHNITZLER

AnnaTree

Coisas Lidas

 

Há três espécies de homens políticos: aqueles que turvam a água; aqueles que pescam em água turva; e aqueles – os mais dotados- que turvam a água para pescarem em águas turvas.

(…)

Não sinto orgulho de ninguém por ser da mesma raça que eu.

Não intercedo a favor de ninguém porque o acaso o fez pertencer á minha família

(…)

De igual modo não amo toda a humanidade; apenas alguns indivíduos isolados

(…)

É qualquer coisa que so a mim me diz respeito saber com quem desejo sentir afinidades; não conheço nesse aspecto qualquer obrigacao de nascença. Tenho concidaos em todas as nações, camaradas em todos os grupos sociais e irmãos que não tem nenhuma ideia de que eu existo.

15
Nov11

RELAÇÕES E SOLIDÃO AFORISMOS IV ARTHUR SCHNITZLER

AnnaTree

Coisas Lidas

(…)

Quando te sentes inclinado á reconciliação, pergunta-te antes de mais o que te torna tão clemente: a má memoria, a facilidade ou a cobardia.

 

(…)

A melhor coisa que com o tempo pode acontecer aos amantes é tornarem-se sucedancios dos seus próprios sonhos ou símbolos da sua aspiração.

(…)

Uma mulher prudente dizia-me um dia : os homens sabem sempre muito bem aquilo que conseguiram alcançar connosco; mas não tem geralmente  nenhuma ideia de tudo aquilo que não alcançaram.

 

(…)

Destino tragicómico: saber  a vida destruída e não ter nenhum ombro para chorar a não ser precisamente o daquela pessoa por quem essa vida foi destruída.

 

(…)

Aquele que confia so é enganado de vez em quando; aquele que não confia é-o a todo o momento: quando é enganado e o sabe- quando não é enganado e se julga enganado.

11
Nov11

RELAÇÕES E SOLIDÃO AFORISMOS I II ARTHUR SCHNITZLER

AnnaTree

Coisas Lidas

A alma de muitos indivíduos parece composta de elementos dispersos e, por assim dizer, flutuantes, que nunca se reagrupam em torno de um centro e que, portanto, também não são capazes de formar uma unidade. O individuo assim privado de um núcleo prossegue a sua vida numa terrível solidão, de que nunca toma, no entanto, plenamente consciência. A grande maioria dos indivíduos está nesse sentido privado de núcleo, mas é apenas nos indivíduos notáveis e importantes que ficamos impressionados com a sua ausência, observada de resto especialmente naqueles que tem talento de recriação, sobretudo nos actores geniais e mais particularmente nas actrizes.

(…)

 

É mais severamente enganado aquele que deixou sempre passar a sua oportunidade , com medo de ficar desiludido , do que aquele que agarrou todas as possibilidades , mesmo correndo o risco de nunca agarrar a verdadeira.

09
Nov11

RELAÇÕES E SOLIDÃO AFORISMOS I IARTHUR SCHNITZLER

AnnaTree

Coisas Lidas

(…)

Os nossos inimigos têm quase sempre razão naquilo que nos criticam, mas quase nunca o modo como o fazem

(…)

A calunia não esta desprovida de significado moral. Coloca as possibilidades acima dos factos.

 

Que o céu nos guarde da «compreensão»! Ela retira toda a força á nossa cólera, toda a dignidade ao nosso ódio, todo o prazer á nossa vingança, e mesmo toda a felicidade á nossa recordação

 

Aquilo que nos parece ser megalomania nem sempre é uma psicose; -é muitas vezes apenas uma mascara cómoda para um individuo desesperando de si mesmo.

07
Nov11

RELAÇÕES E SOLIDÃO AFORISMOS I ARTHUR SCHNITZLER

AnnaTree

Coisas Lidas

RELAÇÕES E SOLIDãO

(…)

Podes perder o amor de uma mulher por variadas razões: por confiança e por desconfiança, por indulgência e por tirania , por execesso e por falta de ternura, por tudo e por nada.

 

(…)

No amor apercebemo-nos geralmente demasiado tarde se um coração nos tinha sido apenas emprestado, se nos tinha sido oferecido, ou então sacrificado.

(…)

Há muitos que, deixando cair um amigo, um amor ou a carga de um dever , se desculpam a seus próprios olhos, evocando a obrigação de fidelidade para consigo próprios- o que é muitas vezes apenas o modo mais cómodo e cobarde de se enganarem a si mesmos. Pois quantas pessoas existirão capazes de conhecer tão exactamente as leis da sua própria evolução para poderem saber se essa infidelidade em relação a uma pessoa ou a uma coisa não era ao mesmo tempo o pior que cometeram em relação a si próprios?

(…)

Mesmo que se tenha tornado aparentementre uma questão encerrada , um destino permanece  presente enquanto não for inteiramente compreendido. Só quando perdeu completamente todo o seu mistério temos o direito de o dizer passado.