Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

16
Dez11

16/Dez/1965 baila comigo de rita lee e maria bethania

AnnaTree
 
Quero o frio na barriga da surpresa,
quero o som alto da gargalhada,
quero a ressaca de uma noite com os amigos,
quero a preguiça do fim de semana,
quero o quilo extra do brigadeiro de colher,
... quero o suspiro depois do amor,
quero até as mordidas de formiga do piquenique,
quero tudo que me faça lembrar da delícia de ser feliz...

Aurélia Vasconcelos

 
 
 
15
Dez11

joãozinho e o espírito do natal

AnnaTree
Coisas Lidas

o joãozinho decidiu escrever uma carta ao pai natal! começa a escrever:“pai natal, como este ano me portei bem, quero uma bicicleta!”passado um bocado, o joãozinho rasga a carta e deita-a fora! então, começa a escrever novamente:“querido pai natal, como esta última semana me portei bem, queria uma bicicleta, se faz favor!”passado um bocado, rasga também esta carta!  é, então, que vai até ao presépio que a sua mãe tinha estado a fazer, pega no menino jesus e esconde-o no fundo do armário do seu quarto. por fim, escreve a seguinte carta:

“virgem maria, daqui fala o joãozinho. fiz do teu filho meu refém. dá-me uma bicicleta para bem do puto!!!”.

13
Dez11

“Poesias” dispersas que colhi por aí

AnnaTree
 
Coisas Lidas
Falas-me da tua vida e eu fico a olhar para ti. Os amores, os filhos, os carros, as casas e as viagens. Falas-me de separações, dos teus amigos e de empregos que dizes de sonho. Falas-me de hotéis e restaurantes, de encontros e desencontros, de planos e projetos, de poderes e estratégias. Falas-me de ações e conjunturas, resultados e especulações, posses e negociações, influências e satisfações mas eu… continuo a olhar para ti. Parece que tudo é teu quando dizes que me dás o mundo. Mas eu não quero.
A vida é feita de pormenores que tu não tens ... .e sem eles eu vivo depressa demais.
Carlos Ene2011
06
Dez11

A Malinche de Laura Esquivel V

AnnaTree

Coisas Lidas

 

- E onde está Deus? Como posso vê-lo? – Perguntou a menina.

- Ver o que é invisível é complicado, mas deves saber que aquele por quem se vive está no ar que respiramos, em cada gota de água, em cada corpo, em cada pedra, em cada planta, em cada animal, em todas as formas da sua criação. No centro, no invisível de todos eles, é ai que se encontra.

(...)

- Quando eu morrer, quando estiver fora do tempo, vai ser difícil para ti ver-me, ouvir-me, sentir-me.

(...)

- Os corações de pedra também voam

(...)

Permaneceu nesse estado até os pássaros lhe anunciarem que estavam a levar a tarde entre as suas penas

02
Dez11

A Malinche de Laura Esquivel IV

AnnaTree

Coisas Lidas

 

O seu espírito levantou voo e reencontrou-se fora do tempo com a sua avó e com o dia em que esta a levara a visitar um santuário de borboletas-monarca.

(...)

Aquele tinho sido um dia muito feliz.

(...)
A avó explicou-lhe que, no interior do corpo humano, todos tínhamos uma borboleta viajante no osso da pélvis. Esse osso era a sua representação.

- Quando a flor se abre, vem a borboleta, quando a borboleta vem, a flor abre-se disse-lhe a avó.

Isto significava que a energia gerada pela borboleta, a dada altura, se libertava da sua fonte e viajava em forma ascendente pelo interior dos ossos da coluna até chegar aos ossos do crânio, que representam a abobada celeste.

(...)
- um corpo imóvel limita-se a si próprio, um corpo em movimento, torna-se parte do todo, mas é preciso saber andar com ligeireza, sem cargas pesadas. Andar enche-nos de energia e transforma-nos para podermos ver o segredo das coisas. Isso é deus em nós mas, se quiseres, podes ficar sentada e transformares-te em pedra.

(...)

Malinali sabia por experiência próprio que a caminhada ritual provocava efectivamente um desprendimento do corpo, uma elevação espiritual, uma integração no todo.