Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

14
Fev12

Duas dúzias de coisinhas à-toa que deixam a gente feliz. Otavio Roth. Ática. 1994.

AnnaTree

Coisas  Declamadas

 

Pintinho saindo do ovo

Começar caderno novo

Alegria do meu povo

Espaguete al dente

Um pé de meia quente

Melancia sem semente

Acordar com cafuné

Visita pela chaminé

Estalar os dedos do pé

Queijinhos vindos da França

Menina loira com trança

Dom Quixote e Sancho Pança

Barquinho na enxurrada

Queijo com goiabada

Beijinhos da namorada

Joaninha no nariz

Respingo de chafariz

Fazer um amigo feliz

Estrelinha piscando no céu

Melar o dedo no mel

Abrir clipe de papel

Alguém sempre por perto

Um saco de bombom aberto

Uma rima que deu certo

 

10
Fev12

CONTO Gil Lemos Leiria 22 anos estudante DNA Jovem

AnnaTree

 

Coisas lidas

 

 

 

É mais saudável andar a pé, tem-se outra perceção do tempo, tem-se tempo para pensar e para olhar. Quando andava de carro a realidade transformava-se em cores empasteladas através da janela, o tempo passava mais depressa ou, então escorria penosamente lento, gota a gota, pelo gargalo do engarrafamento. A pé não, a pé temos janelas a cada esquina, e podemos olhar por elas o tempo que quisermos, sem medo de se transformarem em manchas disformes

 

 

 

08
Fev12

CONTO JOSE MIGUEL SARDO DNA

AnnaTree

Coisas lidas

 (…)

 

Se eu não tivesse, se eu não tivesse, e de repente descobrimos que a vida teria sido diferente se seguíssemos todos os sentidos contrários, se repetíssemos a vida em contramão.

(…) Em todas as esperas sinto um vazio á espera de ser preenchido, um vazio em contagem decrescente, um vazio que espera por uma hora certa.

(…) Sinto-me vazio, e talvez triste mas quando tu chegares não vais notar nada, até porque vais dizer o meu nome e eu vou deixar de me sentir vazio, embora continue triste.

02
Fev12

O amante de lady Chatterley D. H . Lawrence

AnnaTree

Coisas Lidas

(...) e a mulher tinha que ceder. Um homem era como uma criança com os seus caprichos. A mulher teria que lhe dar o que ele queria ou como uma criança tornar-se – ia provavelmente desagradável e agitar-se-ia com a impertinência e estragaria o que poderia ser uma ligação muito agradável.

(...)

Parece que o mundo possui imensas possibilidades, mas estas na experiência pessoal ficam reduzidas a muito poucas. Há muito bom peixe no mar... Talvez haja, mas sobretudo cavala e arenque, e, se não é cavala ou arenque não se encontra muito bom peixe no mar.

(...)

Intimidade completa! Devia querer dizer: contar tudo á outra pessoa e a outra pessoa contar tudo também. Como devia ser cansativa e doentia uma ligação em que cada um fosse incapaz de se esquecer de si.

 

Pág. 2/2