Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

07
Mai12

Ao Philipp

AnnaTree

 

Coisas escritas

 

 

Olhar para ti

 

E ver na minha frente todos os meus sonhos em ti reunidos...

 

Olhar para ti

 

E perceber que, apesar de tudo, eles afinal não estão perdidos.

 

Olhar para ti e acreditar que a vida se renova em ti

 

 

 

03
Mai12

Num fim de tarde de domingo em Ipanema, Millôr Fernandes confessa diante do gravador: “Não fui dominado por quadros acadêmicos nem pela Igreja nem pelo marxismo”

AnnaTree

 

Coisas Lidas

 

O que é que tira inteiramente o humor de Millôr Fernandes ?

Millôr: “Sou uma pessoa de um ceticismo muito grande. Não confundir com pessimismo ! O ceticismo é uma indagação permanente – que leva à criatividade. É o contrário do babaca que é o idealista perene ou que aceita o moderno que existe em tudo hoje: existe no feminismo, na pintura, no teatro. O cara vê um movimentozinho qualquer que lhe parece moderno e fica seguro do não-reacionarismo porque entra naquela corporação e naquela ideia. Mas, na verdade, a única coisa que não perdoo – e é realmente imperdoável – é a participação na violência. Não perdoo os políticos que estão aí, inclusive Sarney. Participou. Só não participou mais porque é um abúlico, assim como não participa deste governo até hoje.

Você pode ser o que quiser. Pode ser de direita. Penso que a direita tem todo o direito de estabelecer um critério. Qual é o critério básico da direita ? A superioridade das elites. O que não pode é levar à violência, não pode é dar soco na cara do inimigo, não pode é alijar o inimigo de maneira atrabiliária. O resto ? Podem dizer o que quiserem”.

——————–

*Entrevista gravada em outubro de 1987. Trechos publicados na edição de 07/11/1987 do  Jornal do Brasil, no caderno Idéias

Pág. 2/2