Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

21.12.15

o senhor do adeus


AnnaTree

COISAS LIDAS

João Manuel Serra, mais conhecido como «O Senhor do Adeus», era uma figura muito particular na paisagem de Lisboa, um homem que, quase diariamente durante 10 anos, acenava aos carros entre a zona do Restelo e o Saldanha, com a convicção de que isso fazia as pessoas felizes. E o que é certo é que os condutores lhe retribuíam o afeto, numa ação que gerou um tal carinho pela figura que, quando ela faleceu, em Novembro último, se gerou uma reação espontânea de homenagem, que juntou um grande número de populares a prestar-lhe tributo, para lhe dar um último adeus.

 

Em jeito de homenagem a João Manuel Serra, Filipe Melo e Tiago Carvalho, que iam com ele semanalmente ao cinema e transcreviam no blogue «O Senhor do Adeus» as críticas que ele fazia aos filmes que via, decidiram publicar em livro os textos que saíram dessa tertúlia semanal de cinema.

 

http://boasnoticias.pt/noticias_Senhor-do-Adeus-pode-voltar-a-acenar-%C3%A0s-pessoas_23479.html

 

http://www.dn.pt/artes/cinema/interior/o-senhor-do-adeus-e-outras-estorias-no-cinema-s-jorge-3139694.html

 

234c3332a0bec55fe3a2508968680af203cf6.jpg

images (2).jpg

graf140.jpg

images (1).jpg

 

09.12.15

F.ALBERONI IN O VOO NUPCIAL


AnnaTree

coisas lidas

F.ALBERONI IN O VOO NUPCIAL

(…)

E o que acontece entre irmãos em relação aos pais. Eles não querem tudo, querem «mais». Cada um deles quer ser preferido ao outro (…) o sentimento que experimentam não é tanto o ciúme como a inveja. O ciúme só faz o seu aparecimento apenas e quando foi instaurada exclusividade.

01.12.15

FERNANDO GIL IN DNA por Anabela Mota Ribeiro


AnnaTree

COISAS LIDAS

Fernando_Gil.jpeg

 

(…)

Anabela Mota Ribeiro: - Quando sente que caminha no sentido de completar o círculo, sente-se mais próximo da verdade?

Fernando Gil: Ah não, com certeza que não. Mas espero que esteja um bocadinho mais longe do erro.

(…)

Fernando Gil: - Hoje em dia tenho menos pudor em declarar sentimentos, embora continue a não ser fácil… em parte também porque isso solicita dos outros um movimento idêntico. Mas, em sentido oposto, talvez precise menos dessa proximidade com as pessoas do que já precisei. Terá também a ver com o envelhecimento.

Anabela Mota Ribeiro: - Precisa-se menos do assentimento daqueles com quem se está?

Fernando Gil: - Precisa-se menos de um acordo a cada momento. Numa palavra, é-se um tanto menos angustiado. É como poder estar em silêncio em grupo, não nos sentirmos obrigados a falar. O facto, que é um facto do nosso viver histórico, de termos cada vez menos confiança em nós próprios, faz que estejamos também cada vez mais angustiados, ansiosos, pedindo que nos amem. Não que precise menos dos outros; mas preciso menos que estejam de acordo comigo, que me apreciem.

http://anabelamotaribeiro.pt/fernando-gil-164268