Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

31.08.16

DIARIO DA NOSSA PAIXÃO NICOLAS SPARKS VII


AnnaTree

COISAS LIDAS

9f4f6826453db50e0beb49e2726af432.jpg

 

Em tempos de sofrimento e de dor abraçar-te-ei e embalar-te-ei, e tomarei o teu sofrimento e fá-lo-ei meu. Quando choras, eu choro, e quando sofres, eu sofro. E juntos tentaremos conter as marés de lágrimas e desespero e conseguir passar os buracos negros das ruas da vida.

(...)

o alpendre está silencioso, apenas se ouvem os sons que flutuam vindos das sombras, e por uma vez estou perdido e sem palavras. é uma estranha experiencia para mim, porque penso em ti e na vida que partilhámos, há muito para lembrar. Uma vida de recordações. Mas pôr isso em palavras? Não sei se sou capaz. Não sou poeta e, no entanto, é preciso um poema para exprimir completamente o modo como me sinto em relação a ti

(….)

O crepúsculo, apercebi-me então, é apenas uma ilusão, porque o sol ou está acima ou abaixo do horizonte. E isso significa que o dia e a noite estão ligados de uma maneira como poucas coisas o estão- não pode haver uma coisa sem a outra, porém não podem existirão mesmo tempo. Como seria a sensação, lembro-me de me perguntar, de estar sempre juntos, porém para sempre separados?

(…)

3I 

17.08.16

DIARIO DA NOSSA PAIXÃO NICOLAS SPARKS VI


AnnaTree

4704bb1934ad988bff966ffa3889fea0.jpg

 coisas lidas

Pergunto me o que pensaria o meu pai sobre a minha vida e o que teria feito se fosse eu. Não o vejo há cinquenta anos e agora é apenas uma sombra nos meus pensamentos. Já não consigo visualizá-lo claramente – tem a cara obscurecida como se uma luz lhe brilhasse por detrás. Não tenho a certeza se isto se deve a uma falha de memória ou apenas á passagem do tempo. Só tenho uma imagem dele e também essa se desvaneceu. Dentro de mais uns dez anos desaparecerá, e eu também, e a memória dele será apagada como uma mensagem na areia. Se não fossem os meus diários, juraria que só tinha vivido metade do tempo que vivi. Longos períodos da minha vida parecem ter desaparecido. E mesmo agora leio algumas passagens e pergunto – me quem era eu quando as escrevia, porque não consigo lembrar-me dos acontecimentos da minha vida. Há alturas em que me sento e pergunto para onde foi tudo.

(…)

Nenhum afogado pode saber qual a gota de água que fez parar o seu último suspiro;….

12.08.16

DIARIO DA NOSSA PAIXÃO NICOLAS SPARKS V


AnnaTree

images.jpg

 

COISAS LIDAS

Temos vivido na mesma casa de repouso de Creek Side já faz três anos agora. A decisão de vir para aqui foi dela, em parte porque era perto da nossa casa, mas também porque pensou que seria mais fácil para mim. Alugamos a nossa casa porque nenhum de nós conseguia suportar vendê-la, assinamos alguns papéis, e num ápice recebemos um lugar para viver e morrer em troca de alguma liberdade pela qual tenhamos trabalhado uma vida inteira.

Ela tinha razão em decidir assim, claro. De modo algum eu teria podido fazê-lo sozinho, porque chegou-nos a doença, aos dois. Estamos nos minutos finais do dia das nossas vidas, e o relógio esta a fazer tique taque. Pergunto-me se sou o único que consegue ouvi-lo

(…)

Dos nossos cinco filhos, quatro ainda vivem, e emborra lhes seja difícil virem visitar-nos aparecem muitas vezes, e fico grato por isso. Mas mesmo quando não estão aqui chegam-me vivos na minha memória todos os dias, cada um deles, e trazem-me á mente os sorrisos e as lágrimas que vem com o crescimento de uma família. Uma dúzia de fotografias estão alinhadas na parede do meu quarto. São a minha herança, a minha contribuição para o mundo.

 

Estou muito orgulhoso. As vezes pergunto-me o que é que a minha mulher pensara deles quando sonha, ou se pensa neles sequer sonha.

Há tanta coisa dela que já não compreendo.

 

Pág. 1/2