Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

23
Jul10

Carta ao Vaticano por Hugo Gonçalves jornal i

AnnaTree

Coisas Lidas

 

 

Conseguiram agora vossas excelências que a ordenação de mulheres é uma das ofensas mais graves e que merece excomunhão. No documento enviado a todos os bispos incluem a mulher ordenada na mesma lista de criminosos que o padre pedófilo. Ter uma vagina enquanto se dá a missa torna-se tão condenável como violentar crianças. Bem sabemos que vossas excelências embirraram com a mulher desde o inicio – a costeleta do macho, a mordedura da fruta com o bicho da curiosidade, a instigadora da desgraça masculina. Daí em diante a mulher ou é santa ou é para a fogueira. Esse vosso medinho das fêmeas, essa repressão nas virilhas, essa pulsão para controlar e proibir, tudo isso corrompe mais que um trio debochado numa cama de água. Vossas excelências deviam sair mais de casa. Conheçam mulheres, falem com elas, observem como os gestos prosaicos se tornam imensos na beleza e na bondade. Olhem para o cabelo de morango ruivo da Rita Hayworth, para a graciosidade de um pulso, para as mãos das vossas mães, que, embora amachucadas pela velhice, são ainda a vossa casa. Oiçam a viciosa Billie Holiday, cobicem o sorriso menor de idade de Mariel Hemingway no filme «Manhattan», admirem a mulher que passa na rua com espanto e gratidão, jamais com pedras, baba ou amargura. Esqueçam os medos, a mordaça e o bairro de nuvens celestiais e vida eterna, porque aquilo que teremos de mais próximo está numa só frase, numa mecha de cabelo, num ataque de cócegas, no lençol branco lançado sobre a cama, no mais importante mistério da fé: elas.