Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

28
Set10

conto virgemV

AnnaTree

Coisas Escritas

(…)

- Só espero que estejas distraído. Meus Deus, e não ouças nada do que aqui se vai dizer.

Zé Maria destacou-se do grupo com mais um passo em frente e falou.

- Senhor Padre. Vou começar eu.

O Padre olhou Zé Maria com desdém.

- Eu sabia rapaz, sabia que tu estavas metido nisto. Eu vi-te nascer, Zé Maria. E depois afastou os olhos para um canto da parede onde não havia nada para ver. Mas as orelhas ficaram coladas às palavras do rapaz ruivo.

- Padre, eu sou tão culpado como todos os homens que estão aqui…

O Padre, agarrando ainda mais os olhos á parede, soltou o dedo indicador fazendo sinal de que «ele, não». Ele não era culpado de nada.

-ó Padre, eu não estou a falar de si, você não é homem. Quer dizer, é, mas não é como nós. Não interessa. O que sei é que não são os homens os culpados. A culpa é desta terra, onde só sobrevive quem souber sonhar. Eu queria uma rapariga que me enfeitiçasse mas nestas bandas nem se vêem raparigas vulgares, quanto mais das outras. Vão todas para a cidade atrás de carreiras e dinheiro. Só pensam nisso. Perderam a magia! Eu sentia-me só, sem emprego…foi então que ela me apareceu sem nada…

(…)

O Padre parecia ter picado com o garfo do diabo tão grande foi o salto que o lançou da cadeira.

- Cala-te! Cala-te ou expulso-te desta santa igreja.

A voz do Padre estava cheia de dor. Ele tinha um lugar no coração reservado ao Zé Maria. O rapaz nem adivinhava. Baptizara-o á pressa, pois a mãe pensou que o menino lhe morria no primeiro dia de vida, depois voltou a baptiza-lo para a família fazer a festa, fez-lhe a primeira comunhão, a solene, ensinou-lhe o catecismo e ainda havia de o casar. Mas o rapaz era um dos mais atrevidos da terra. Muita sorte ele tinha em cair na graça de todos com aquela cor de fogo no cabelo. Mas agora estava a passar todos os limites.