Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

31
Out07

Parte VII do grande e do pequeno amor ines pedrosa e jorge colombo lido marc2007

AnnaTree

Coisas lidas e vividas
(…)
Pontuavam cada reencontro com o obrigatório circuito social: exibiam-se reconciliados e comparavam-se no espelho doutras relações, invariavelmente menos bélicas.
(…)
Mas a paz testemunhada traz aos guerreiros a saudade da batalha. A brandura daquela casa excitara-lhes o desejo de uma boa refrega; para piorar a situação, ambos tinham bebido mais que a conta. Abriram, os respectivos sacos das pedras éticas, e iniciaram mais um round de lapidação mútua. Depois fugiram naturalmente, cada um para seu lado.
Estacaram um quarteirão adiante, voltaram-se para trás exactamente ao mesmo tempo, e não puderam impedir-se de desatar a rir. Mas a guerra recomeçara, não percebiam como.
(…)
Costumavam-se separar-se em tumulto e confusão, mas desta vez tentaram uma ruptura a frio. Analisaram escaramuças passadas, diferendos fundamentais, riscos latentes, e concluíram que havia pouca esperança nesta trégua frágil. «Isto não da mais.» «Tens razão, não da» só neste dó menor a paz parecia viável. Mas as vozes serenas da razão doíam da mesma forma.
No espaço de um fim-de-semana a vida a dois bifurcou-se-lhe num inventário de pertences. O apartamento de solteira dela continuava vazio (…) e a presença dela na casa dele foi encafuada em caixas, uma alma reduzida a parcelas.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.