Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

16
Jul12

a arte de amar Ovideo

AnnaTree

Coisas Lidas

 

FINGIMENTO E LISONJA

 

Eis chegada já a hora do namoro. Desaparece, para longe daqui, ó pudor provinciano! Ao audacioso, a sorte e vénus lhe dão apoio.

Não se sujeite a tua prosápia às nossas leis; basta-te, apenas, desejar; espontânea será a tua eloquência.

Tens de fazer o papel de quem ama e aparentar, por palavras, que estás ferido; procura ser convincente, seja de que modo for;

Não é custoso acreditar em ti; qualquer uma se julga merecedora de amor; por má que seja, não há nenhuma a quem não agrade a sua beleza. Muitas vezes começa, porém, o fingidor a amar de verdade; muitas vezes, aquilo que, no começo, simulara ser, veio a sê-lo mesmo.

(…)

A ave de Juno abre as suas penas, quando lhas gabam, se te puseres a olhar em silêncio , ela recolhe o fausto; aos cavalos, em plena disputa de uma corrida veloz, agradam-lhes os aplausos ao entrançando da crina e á garupa

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.