Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

22
Mai14

A EMPREGADA PORTUGUESA DO RESTAURANTE ITALIANO JUNTO A RUSSEL SQUARE DE JOSE ALBERTO OLIVEIRA

AnnaTree

COISAS DECLAMADAS

 

Já não espero dormir como dormia, vitima de sobressaltos,

Ficar á chuva dois minutos que seja, certificando-me

De como fui ignorado: ainda que a chuva seja

Um dos poucos prazeres sem resíduo, como acordar de noite

E mobilar a insónia com ovos mexidos,

Café, cigarros, poemas. Aconteceu há muitos

Anos, estava na fila da inspecção com o sexo pendente

De vergonha e de frio, o médico perguntou<.«defeitos físicos?»

E eu confessei ter miopia e astigmatismo. Agora

Não tenho nenhuma relutância em deitar-me em camas estranhas,

Mas prefiro dormir sozinho.

 

Ah! Verão tumultuoso, corpos em risco de desabar,

O transito frenético de comboios, miragens

- alguém lá dentro que evita olhar,

Levanta-se do assento e quer saber quanto lhe falta,

«por favor dizia-me que horas são»(novo silêncio)

- Deus, relojoeiro magnífico!

 

- como se pode viver de boa mente numa cidade estranha,

A imprudência de estar á espera que alguém nos ouça,

Que connosco lamente quartos húmidos e manhãs frias,

Mas sem ter pena? Nunca será de mais louvar

Os solavancos do autocarro, já que perdemos rumo e destino.

 

Pois estava previsto ser um acaso

E a geografia de Abril claudica nas noites mais intensas,

Um perfume que se liberta, uma granada de ternura perdida

Na carruagem do metro. Pode chover granizo, acordar

O cheiro tumultuoso da terra e depois de tropeçar na lista

Dos perdidos, passar duas semanas em coma,

Até reconhecer num rosto o som de outra vida:

Com janelas estreitas, folgas ao domingo, nostalgia dessa morrinha

Que cai em Famalicão no inverno, que as videiras bebem

E aduba o coração, um abandono que consola

Ao dizer “gosto muito de ti», no momento em que é certo

Que já não voltaria