Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

11
Mai20

A vida depois da vida, a sobrevivência da alma de Colin Wilson

AnnaTree

 

Coisas lidas

E3A0EA3B-9039-4AD7-A5E3-966D9D67CF31.jpeg

 

Wiltse “morreu” febre tifoide, depois de se despedir da sua família e amigos. Depois de perder a consciência, ele acordou, aparentemente ainda “dentro” do seu corpo, mas sentindo-se de alguma forma desligado deste. Conseguiu estar ali deitado e observar a forma como os órgãos do seu organismo interagiam consigo mesmo — a sua “alma”. Ele disse: “percebi que epiderme (camada de fora da pele) era a fronteira dos derradeiros tecidos, por assim dizer, da alma.” depois, sentiu-se a ser suavemente embalado para diante e para trás à medida que se ia separando do seu corpo. Havia uma sensação de “inúmeros cordões a romperem-se”, e “ele” sentiu que se estava a afastar do seu corpo, começando pelos pés, em direção à cabeça. Depois ele “espreitou” pelo crânio, sentindo que apresentava a forma e cor de uma alforreca.

“Ao emergir da cabeça, flutuava para cima e para baixo… tal como uma bola de sabão… Até que por fim me libertei do corpo e caí suavemente no chão, de onde me levantei lentamente o me ampliei à estatura normal de um homem.”

Havia duas senhoras no quarto, e ele ficou embaraçado por estar despido, mas, ao alcançar a porta, verificou que estava a vestido.Voltou-se e o seu cotovelo tocou num homem que estava no quarto; para seu espanto, o seu cotovelo atravessou o homem.

Ele começou a ver o lado humorístico da situação — com o seu corpo morto deitado na cama — e fez uma vénia cómica. Depois deu uma sonora gargalhada; ninguém ouviu. Saiu do quarto, e reparou que um cordão Delgado, “como uma teia de aranha”, o ligava  desde os ombros ao seu corpo deitado na cama.

Percorreu a  estrada — a qual, diz ele, conseguia ver com perfeita clareza — e de novo perdeu a consciência. Quando acordou, parecia que estava a ser empurrado para a frente por um par de mãos invisíveis. À sua frente, ele viu três “rochas prodigiosas“ enquanto por cima se formava uma nuvem negra. Uma voz que se fez ouvir diretamente na sua cabeça disse-lhe que se ele passasse as rochas, entraria no “mundo eterno“, mas que, se o escolhesse, poderia regressar ao seu corpo. Ele sentiu uma forte tentação passar Comarca da baixa por entre as rochas, mas, ao tentar espreitar para lá da “linha defrontem de Fronteira”, viu uma pequena nuvem negra e “percebi que deveria parar”. De repente acordou, deitado na cama, e insistiu em contar a todos os presentes o que acontecera , embora eles insistissem em  que não perdesse as suas forças.

É fácil, com o salienta Myers, ignorar esta história como se se tratasse de um sonho. Mas a questão a notar é que Wilse tinha deixado de respirar e fora dado como morto pelo médico. É possível, com certeza, que ele tenha perdido a consciência durante quatro horas e depois tenha acordado de novo; mas é estranho que tenha tido um “sonho” tão preciso e pormenorizado sobre a sua morte depois do seu pulso ter parado.

Rádio Tree

Música Brasileira

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D