Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

07
Abr15

ENTREVISTA A GILBERTO GIL JUNHO/2003 DNA

AnnaTree

Gilberto Gil: Nada está pronto. Não há referencias que possam ser erigidas como definidoras do seu presente ou do seu futuro. Não há códigos. O que há sempre é flutuações do caos, efémera, passageira. Não há ordens perenes, permanentes. Nesse sentido, não há modelos. Há sempre mudança, mudança, mudança. Entrevistadora: mas há sempre uma coisa que é a memória… Gilberto Gil: É, mas ela muda muito. Porque as interpretações que fazemos do passado, dos factos, das vivências, daquilo que se gravou em forma de sentimento ou de pensamento, até as reinterpretações a cada instante são novos. Não há memória, nesse sentido de que a memória está aqui dessa forma. A memória é como a própria vida. Ela também é mudança.

a3a5f7a01322d4eb4350746ddbdfa02d.jpg

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.