Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

27
Set18

José Jorge Letria Detém-te Coração

AnnaTree

Coisas lidas

C9B9A679-A82B-4095-BFC4-FF0AB4BE5452.jpeg

 

Detém-te, coração, que o teu furor

Há-de ser a minha perdição, 

que a tua pressa há-de ser a minha morte, 

inclemente, fulminante, precisa. 

Detém-te, coração, que a tua pressa 

põe-me na garganta e na língua 

a tremenda secura dos desertos 

e nos dedos a dormência fatal dos naufrágios. 

É a máquina dos teus impulsos noturnos 

que me põe na corrida o nó apertado 

que sufoca, fere e silencia. 

Arde-me do lado esquerdo uma chaga 

do tamanho de uma cratera 

rasgada no círculo da lua. 

E sei que, no esforço de agarrar-te, 

há um pequeno fogo que se extingue,

há um sopro breve que se esgota, 

há uma vida inteira é que se joga.