Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

05
Out18

Mário Zambujal . Cafune

AnnaTree

Coisas Lidas

181BD47B-A34F-42F0-BB49-B7E9655BC304.jpeg

 

 

(...)

  • E o bote, quem to deu? 
  • O rio. Apareceu aí, à deriva, sem nome nem remos. A custo o levei ao estaleiro de Cacilhas. Trabalham lá amigos do meu pai. Pedi remos , mastro e vela, tudo a pagar à medida que ia ganhando a carregar troncos na serração . 
  • Óptimo , mas que fizeste tu para encontrar o dono? 
  • Fiz o necessário para que o dono não o encontrasse. Pintei -o de preto. 
  • E porquê de preto?- quis saber o interlocutor disfarçando um sorriso .
  • Quando pesco é  de noite e os peixes nem percebem que anda ali um barco. 
  • Resulta? 
  • Quase sempre. Ontem rendeu e ao amanhecer estava em terra com um cabaz de peixes a saltar.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.