Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

26
Fev14

Pequena litania para um amor familiar Francisco Jose Viegas

AnnaTree

 

COISAS DECLAMADAS

Pequena litania para um amor familiar

sê devastador e violento como a tempestade

ao abrir as gavetas, ao depor sobre a mesa

nenhuma razão que outros conheçam. alimenta-te

de mim e de ti, guarda as fotografias em paredes

brancas onde nenhuma ave se demore,

 

abre-me as feridas, as mais recentes e as antigas.

 

sê brando e lento como as manhãs de dezembro

ao desfazerem-se em neve, esquece os recados,

os pequenos delitos escondidos em segredo.

os telhados abrigam-nos da maledicência, do azar,

daquilo que o tempo gasta em passar sobre nós.

 

leva-me assim, como um acidente entre os dedos.

 

sê luminoso e intenso, ó meu amor, retrato escondido,

colecciona os declives, ensina-me essa geografia,

sê inocente e puro, mesmo que a noite interrompa a vida

e a nossa pele estremeça. deixa que bebamos

apenas se o prazer magoar onde nasce a sede,

 

fala-me de mim e de ti, se nos sentarmos nas dunas.

 

Francisco José Viegas

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.