Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

Arvore De Letras

Coisas lidas,ouvidas,cantadas, declamadas,faladas,escritas

04.10.18

Sophia Melo Breyner


AnnaTree

coisas lidas

5909DB87-6567-4131-8361-A55CB9B6F835.jpeg

 

 

Apesar das ruínas e da morte,

Onde sempre acabou cada ilusão,

A força dos meus sonhos é tão forte,

Que de tudo renasce a exaltação 

E nunca as minhas mãos ficam vazias.

 

Noites sem nome, do tempo desligadas,

Solidão mais pura do que o fogo e a água,

Silêncio altíssimo e brilhante.

 

As imagens vivem e vão cantando libertadas

E no secreto murmurar de cada instante

Colhi a absolvição  de toda a mágoa 

 

Sophia Mello Breyner

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.